Picos de Europa: pros and cons of trekking in group

(please scroll down for english version)

Picos da Europa: Prós e contras de trekking em grupo

Há umas semanas atrás fizemos uma magnífica expedição aos Picos da Europa. O que esta viagem teve de diferente, foi o facto de termos viajado com um grupo! Sim, decidimos procurar uma agência especializada em trekking, e juntámo-nos a uma excursão organizada, com um grupo suficientemente grande para encher um autocarro.

MaP_Picos de Europa

Depois desta experiência fizemos o balanço, não só dos trilhos percorridos (que são de facto epetaculares), mas também da experiência de uma excursão em grupo. Eis as minhas conclusões:

Os Prós

Logística sem stress

Isto é uma grande vantagem! Nesta altura do ano estamos um pouco atolados em trabalho, pelo que o facto de não termos que fazer uma preparação profunda da viagem veio mesmo a calhar. Não tivemos que pesquisar os melhores trilhos para fazer e os respetivos gpx; em vez longas horas ao volante, podemos dormir na viagem; nada de perder o dia da chegada a fazer reconhecimento do terreno. Só tivemos que fazer a mala e garantir que estávamos no ponto de encontro à hora certa. Depois foi só seguir os nossos animados guias 🙂

MaP_Picos de Europa_15

A certeza de trilhos fantásticos

F-a-n-t-á-s-t-i-c-o-s é a melhor palavra para descrever os sítios onde estivemos, e ainda assim fica aquém, porque não há palavras para descrever a sua beleza. As fotografias podem dar uma ideia, mas claro que não fazem justiça. Nunca fazem justiça quando a realidade é melhor do que a nossa imaginação, do que as palavras conseguem dizer ou do que as imagens conseguem mostrar. Precisamos mesmo de viver e de ver com os nossos próprios olhos para compreender. Fica então o meu convite para experienciarem a beleza dos Picos da Europa, pelo menos uma vez na vida.

MaP_Picos de Europa_12

Nesta viagem caminhámos por:
– Desfiladero de Las Xanas
– Tresviso, pelo desfiladero de La Hermida
– Vale de Sajambre no maciço de El Cornió

MaP_Picos de Europa_16

Sem medo de nos perdermos

Para mim esta foi a melhor parte! Íamos acompanhados por guias experientes, o que nos deixou livres para focarmos toda a nossa energia na caminhada e em apreciar as maravilhosas paisagens à nossa volta. Não precisámos de estar constantemente a olhar para o GPS, para confirmar que íamos no trilho certo. Não tínhamos receio que anoitecesse antes de regressarmos ao carro. Não tínhamos receio que o tempo mudasse bruscamente para pior. Não tínhamos receio que alguma coisa tivesse cortado o caminho que tínhamos no GPS. Em suma, não tínhamos preocupações, era só desfrutar 🙂

MaP_Picos de Europa_14

E os Contras

Viajar de autocarro

A verdade é que eu detesto autocarros! Talvez isso esteja relacionado com o número ridículo de viagens de autocarro que tive de fazer durante os meus anos de faculdade, quando viajava do Porto para Lisboa, ida e volta, a cada quinze dias. Dito isto, não há muito a acrescentar ao facto de andarmos para todo o lado de autocarro nesta viagem.

MaP_Picos de Europa_8

Ter de esperar pela cauda do grupo

Esta é a grande desvantagem de uma caminhada em grupo. No entanto, tenho que dizer que estava tudo bastante organizado, de modo que podíamos avançar em mini grupos mais pequenos ao ritmo de cada um, e assim só tínhamos que esperar no final.

MaP_Picos de Europa_9

Não poder definir os horários

Como já confessei anteriormente, adoro caminhar de madrugada. E também adoro dormir cedo. Por isso se estivéssemos sozinhos, teríamos começado as caminhadas bem cedo em cada dia, e acabaríamos a meio da tarde, de modo a deixar tempo para descansar e para uma boa noite e sono. Num grupo não funciona assim. Tínhamos que seguir os horários marcados, no final da caminhada tínhamos que esperar pelo grupo, e no fim do dia era o nosso sono precioso que ficava comprometido 😦

MaP_Picos de Europa_7

Não conhecer os arredores

Isso deixou-me pena, porque os Picos da Europa é uma região tão bonita que gostaria de ter explorado mais. Para além dos magníficos locais de caminhada e da vila de Mestas de Con, onde ficámos alojados, não tivemos oportunidade para visitar mais nada. Gostaria pelo menos de ter ido a Oviedo e a Cangas de Onís… mas assim já ficamos com uma boa razão para querer voltar 😉

MaP_Picos de Europa_16

Resumindo

Globalmente a conclusão é um misto de sentimentos. Claramente que excursões em grupo não é bem a nossa cena, porque uma das coisas que mais gostamos nas caminhadas é o silêncio e a tranquilidade da montanha. Por outro lado, foi tão prático e sem complicações ter a logística toda tratada, que no futuro talvez voltemos a experimentar esta modalidade. Especialmente se for em algum sítio difícil, onde seja perigoso irmos sozinhos, será certamente uma ótima alternativa.

MaP_Picos de Europa_13

______

Picos de Europa: Pros and cons of group trekking

A couple of weeks ago, we went on an amazing trekking in Picos de Europa. What this trip had different from all the other, is that this time we were in a group! Yes, we decided to look for an agency specialized in trekking, and joined one of their organized tours, with a group big enough to fill a bus.

MaP_Picos de Europa_11

After this new experience there was many considerations to make, not only about the trekking trails (which BTW were superb), but also about the experience of a group trip. After giving it some thought, here are my final conclusions:

The Pros

Hassle free logistics

This is a big plus! At this time of year we were a bit flooded at work, and the fact of not having to worry about in depth trip planning was a bliss. No pre-search for the right trails and respective gpx; no long driving hours, so we could sleep on the trip; no “wasting” of the first day for field recognition. We just had to pack our things, and be at the meeting point at the right time. After that, we just had to follow our friendly guides 🙂

MaP_Picos de Europa_10

The certainty of amazing trails

A-m-a-z-i-n-g is the best word to describe the places where we’ve been, and yet it falls short, for its beauty was in fact beyond words. Pictures might give you an idea, but of course they do no justice. They never do, when reality is better than what we can imagine, what words can say or what pictures can show. You really have to live it and to see it in order to understand. Hence, my invitation to all of you to experience the beauty of Picos de Europa, at least once in your life.

In this tour we went hiking to:
– Desfiladero de Las Xanas
– Tresviso, by desfiladero de La Hermida
– Vale of Sajambre in El Cornió

MaP_Picos de Europa_18

No fear of getting lost

For me this was the best thing! We were following experienced guides, which left us free to focus all our energy in enjoying the hike and the marvelous landscape around us. No need to constantly check the GPS to make sure we were on track. No fear that the night would fall before we were back in the car. No fear that the weather would turn suddenly bad. No fear that something would have made the path unpassable. In short, no worries, only enjoyment 🙂

MaP_Picos de Europa_4

And the Cons

Trip on a bus

The truth is: I hate buses! Maybe this is related to the ridiculous amount of bus trips I did during my college years, when I travelled from Porto to Lisbon and back, on a bus, every 2 weeks. This being said, there’s not much to add to the fact that we were travelling around by bus all the time on this trip.

MaP_Picos de Europa_17

Having to wait for the tail of the group

This is the expected downside of a group hiking. However I must say that the tour was very well organized, because we were able to move in small subgroups at our own pace, and we only had to wait for everybody in the end.

MaP_Picos de Europa_3

Can’t make our own schedule

As I confessed before, I love hiking at dawn. And I love go to bed early. So, if Pedro and I were by ourselves, we would have started hiking early each day, and finish early each afternoon in order to get a good night’s sleep. In a group it doesn’t work that way. We had to go by the schedule, wait for the group, and in the end our precious sleep was compromised 😦

MaP_Picos de Europa_2

Don’t get to know around

This made me sad, because Picos de Europa is such a beautiful place… Besides our amazing hiking spots, and the small charming village of Mestas de Con, where we were hosted, we basically had no opportunity of visiting anything else. I would have liked to visit at least Oviedo, Cangas de Onís, but well.. It’s a good reason to come back another time 😉

MaP_Picos de Europa_17

Long story short

Overall the conclusion is a mixed feeling. We clearly realized that group tours is not our thing, because one of the things we enjoy the most about trekking is the solitude and peace of the mountain. But on the other hand it was so convenient and hassle free that in some future occasion we might feel tempted to give it another try. Particularly in some challenging trail where it would be too hard or dangerous to go on our own. In these situations is when organized tours are a great option!

MaP_Picos de Europa_18

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s